Feb 25, 2021 Última Atualização em: 6:20 PM, Feb 23, 2021
Márcio Nunes

Márcio Nunes

A Rádio Web FETAPERGS transmite, ao vivo, na próxima quinta-feira (25), um debate sobre a representatividade do movimento dos aposentados, pensionistas e idosos no Poder Legislativo em todas as esferas do Estado. 

O encontro começa às 11h e pode ser acessado aqui pelo site da FETAPERGS ao ativar o player que aparece no topo do site. Basta clicar no botão de play. Além disso, a Rádio Web FETAPERGS possui um aplicativo que pode ser acessado através da Play Store, basta acessar este link, pelo celular, e baixar o aplicativo: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.webradiocast.radiofetapergs04821.

Participam do debate: presidente da Federação José Pedro Kuhn; o 1º Vice da FETAPERGS e vice-presidente da Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos (COBAP) Carlos Olegário; 2º diretor financeiro da FETAPERGS Zeno Altenhofen; suplente de diretoria, da associação de Tupanciretã Valdomiro Moura; advogada Maria de Lourdes Dornelles do escritório Dornelles Advocacia; e vereador do município de Portão e diretor financeiro da associação do município Sílvio Eurico.

Os membros da diretoria da Secretaria da Saúde (SES), a secretária Arita Bergmann e a diretoria do Conselhos das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems/RS) estiveram reunidas no dia 8 de fevereiro para discutir o planejamento da campanha de vacinação contra a Covid-19 para os grupos prioritários.

De acordo com a secretária de Saúde Arita Bergmann, as doses de vacinas são escassas, no entanto os esforços estão sendo feitos para potencializar a eficácia da campanha e proteger quem mais precisa. 

Segundo a diretora do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) Cynthia Molina Bastos, o caráter comunitário da vacina, principalmente em relação aos grupos prioritários, é mais importante que a proteção individual.

Nesta quinta-feira (18), a Secretaria Municipal da Saúde de Porto Alegre suspendeu a vacinação contra o coronavírus em pontos de drive-thru. No entanto, a faixa etária para a imunização foi mantida para o município em idosos com idade a partir de 83 anos. Além disso, a pasta comunicou que não está prevista a ampliação das faixas etárias aptas para a vacinação, pois isso depende da chegada de novas doses à cidade.

O processo de vacinação contra a Covid-19 de pessoas idosas com idade acima de 85 anos será gradual e começa por aqueles com mais de 90 anos a partir de quarta-feira (10). De acordo com o jornal GaúchaZH, a partir de quinta (11) serão imunizados aqueles que possuem mais de 87 anos e de sexta-feira em diante aqueles com mais de 85 anos. 

Segundo as informações do jornal, para receber a vacina, o cidadão precisa portar um documento de identificação e comprovante de residência. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre, é pedido, preferencialmente, o RG. No entanto, qualquer documento oficial com foto é aceito.

É importante reforçar que a vacinação serve apenas para moradores de Porto Alegre. Neste sentido, é exigido o comprovante de residência, de preferência contas de luz ou de água.

Abaixo, segue a lista disponibilizada pelo site GaúchaaZH dos 10 postos que irão vacinar em oito regiões de POA. O horário para atendimento é das 8h até às 17h.

Sul-Centro-Sul

US Camaquã - Rua Dr. Jõao Pitta Pinheiro Filho, 176, bairro Camaquã

Partenon-Lomba-Pinheiro

US São Carlos - Rua Bento Gonçalves, 6.670, bairro Agronomia

Noroeste-Humaitá-Navegantes-Ilhas

US IAPI - Rua Três de Abril, 90, bairro Passo da Areia 

Leste-Nordeste

US Morro Santana - Rua Marieta Mena Barreto, 210, bairro Santana

Restinga-Extremo-Sul

Clínica de Família Alvaro Difini - Rua Alvaro Diffini, 520, bairro Restinga

Glória-Cruzeiro-Cristal

US Moab Caldas - Rua Gabriel Fialho Camargo, bairro Santa Tereza

Norte-Eixo-Baltazar

US Assis Brasil - Avenida Assis Brasil, 6.615, bairro Sarandi

Centro

US Santa Marta - Rua Capitão Montanha, 27; US Modelo - Rua Jerônimo de Ornellas, 55, bairro Santana; US Santa Cecília - Rua São Manoel, 543, bairro Santa Cecília

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem benefícios acima de um salário mínimo (R$ 1.100) receberam o reajuste de 5,45% na última segunda-feira (1º). O valor atualizado serve para os benefícios referentes a janeiro.

Conforme a legislação federal, o reajuste dos beneficiários da Previdência Social que recebem acima do salário mínimo é definido pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior.

O dia do pagamento segue o número do benefício do aposentado ou pensionista. Cada benefício pago pelo INSS é composto por uma numeração única e segue um padrão de dez dígitos. O número a ser observado é o penúltimo, desconsiderando o dígito.

Os pagamentos para quem recebe acima de um salário mínimo vão até amanhã (5). Quem ganha até um salário mínimo, o pagamento dos benefícios, que tiveram reajuste de 5,26%, começou no dia 25 de janeiro e vai até o próximo dia 5.

Para quem teve o benefício concedido no ano passado, o reajuste é diferente e segue o seguinte calendário conforme a data de início do benefício:

  • até janeiro de 2020: 5,45%
  • em fevereiro de 2020: 5,25%
  • em março de 2020: 5,07%
  • em abril de 2020: 4,88%
  • em maio de 2020: 5,12%
  • em junho de 2020: 5,39%
  • em julho de 2020: 5,07%
  • em agosto de 2020: 4,61%
  • em setembro de 2020: 4,23%
  • em outubro de 2020: 3,34%
  • em novembro de 2020: 2,42%
  • em dezembro de 2020: 1,46%

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que não fizeram a prova de vida desde março de 2020 não terão os seus benefícios bloqueados. A suspensão do bloqueio dos benefícios está garantida até fevereiro.

Publicada no Diário Oficial da União, em 20 de janeiro, a Portaria nº 1.266/2021 prorroga a suspensão dos bloqueios dos benefícios que correspondem a janeiro e fevereiro, ou seja, para pagamentos até o fim de março.

De acordo com a Agência Brasil, a prova de vida é exigida para a manutenção do pagamento do benefício. Para isso, o segurado ou algum representante legal ou voluntário deve comparecer à instituição bancária onde saca o benefício. O procedimento, entretanto, deixou de ser exigido em março de 2020, entre as ações para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, e a medida vem sendo prorrogada desde então.

Conforme o site de notícias institucionais, desde agosto do ano passado, a comprovação de vida também pode ser feita por meio do aplicativo Meu INSS ou pelo site do órgão por beneficiários com mais de 80 anos ou com restrições de mobilidade. A comprovação da dificuldade de locomoção exige atestado ou declaração médica. Nesse caso, todos os documentos são anexados e enviados eletronicamente.

Leia Também

Programa discute presença do movimento dos aposentados no Poder Legislativo

Programa discute presença do movime…

22 Fev 2021 Notícias de 2021

Secretaria Estadual de Saúde discute planos de vacinação dos grupos prioritários

Secretaria Estadual de Saúde discut…

18 Fev 2021 Notícias de 2021

Vacinação para idosos começa em Porto Alegre nesta quarta-feira

Vacinação para idosos começa em Por…

10 Fev 2021 Notícias de 2021

Beneficiários que ganham acima do salário mínimo têm reajuste

Beneficiários que ganham acima do s…

04 Fev 2021 Notícias de 2021

Exigência de prova de vida de aposentados é suspensa

Exigência de prova de vida de apose…

29 Jan 2021 Notícias de 2021