Oct 22, 2020 Última Atualização em: 2:46 PM, Oct 16, 2020

Aposentados e pensionistas do INSS com renda inferior a três salários mínimos brutos (R$ 3.135,00) podem obter desconto de 50% em ingressos de teatros, cinema e em diversas áreas de cultura, lazer e entretenimento que ocorrem em Porto Alegre. Os beneficiários também possuem desconto nos ingressos de jogos da dupla GreNal, em Porto Alegre, nos estádios Beira-Rio e Arena do Grêmio.

Para fazer a Carteirinha de Desconto Cultural, basta comparecer à sede da Federação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas do Rio Grande do Sul (FETAPERGS) com a carteira de identidade com CPF e comprovante de aposentadoria ou pensão do INSS. A taxa para a confecção é de R$ 10,00, a foto é tirada na hora e a carteirinha tem a validade de 1 ano. A Federação fica em Porto Alegre, na Rua Siqueira Campos, 1184, no 11º andar, na sala 1109.

No caso de ingresso para o cinema, o desconto acontece somente nas segundas e quartas-feiras. Para teatro ou circo, o desconto é concedido apenas nas terças e quintas-feiras.

Para mais informações, o telefone para contato é o (051) 3286.1660 ou (051) 98410.5636.

O prazo para idosos efetuarem o recadastramento para manter a gratuidade nas passagens de ônibus de Porto Alegre está aberto desde o dia 2 de janeiro. Idosos com idade entre 60 e 64 anos devem fazer este processo.

A regra é válida para quem já tinha a carteirinha do TRI antes do dia 19 de janeiro de 2019, quando a lei de gratuidade tarifária para a faixa de 60 a 64 anos foi revogada. De acordo com o Estatuto do Idoso, pessoas com idade acima de 65 anos ou mais têm o benefício assegurado.

Os beneficiários que irão fazer o recadastramento devem comparecer à loja do TRI, na Rua Uruguai, nº 45, ao lado do Mercado Público, no Centro de POA, de segunda à sexta-feira, entre as 8h30min e 16h, no mês do seu aniversário.

É preciso levar qualquer documento de identidade, cartão TRI, comprovantes de residência e de renda mensal que não ultrapasse três salários mínimos regionais (os comprovantes precisam ser de até 90 dias) e declaração de imposto de renda, caso o beneficiário declare.

Para mais informações, entre em contato pelo telefone 3027.9959.

A Federação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas do Estado do RS (FETAPERGS) organiza, na próxima quinta-feira (16), a distribuição de um material explicativo sobre a Reforma da Previdência para a população de Porto Alegre. A panfletagem ocorre na Esquina Democrática, no Centro da capital, a partir das 10h.

De acordo com o presidente da FETAPERGS José Pedro Kuhn, a distribuição do material tem como objetivo mobilizar a população contra as mudanças radicais apresentadas pelo governo federal. “A PEC [Proposta de Emenda a Constituição] não é uma reforma, mas sim um desmonte do patrimônio construído pelos cidadãos brasileiros” afirma o presidente Kuhn.

Neste link, você pode fazer o download do material para leitura.

A gratuidade na tarifa de ônibus em Porto Alegre fica restrita a idosos que tenham 65 anos ou mais. A decisão ocorreu no dia 20 de dezembro, pela Câmara de Vereadores da capital. A lei entra em vigor a partir da sanção do texto pelo prefeito.

Mesmo com a aprovação da lei, pessoas que possuem 60 anos e que já tiverem o cartão TRI não perdem o benefício da gratuidade. No entanto, é necessário fazer um recadastramento anual e comprovar renda de menos de três salários mínimos e residência em Porto Alegre. A comprovação deve ser feita pessoalmente pelo idoso, sempre no mês em que fizer aniversário.

A Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou na última segunda-feira (12) o projeto de lei do verador Alvoni Medina (PRB) que cria o Programa de Incentivo à reserva de vagas de empresas às pessoas idosos nas empresas privadas. Com uma emenda do próprio autor aprovada, fica estabelecido que o Executivo municipal deve produzir os efeitos legais da proposta por meio de regulamentação.

Segundo o vereador, o envelhecimento da sociedade exige a adequação da legislação como forma de permitir a inclusão do idodo no mercado de trabalho. Ele assinala que a participação relativa da população com 65 anos ou mais, que era de 4,8% em 1991, passou a 5,9% em 2000, e chegou a 7,4% em 2010.

Segundo Medina, a nova lei traz benefícios à sociedade, não apenas em relação à experiência que essa mão-de-obra carrega, mas também pela possibilidade de redução significativa das doenças que atingem os idosos, o que causará uma sensível economia no sistema de saúde municipal. "Não obstante, vale dizer que proporcionará ao idoso a melhora em sua autoestima e a complementação de seus rendimentos, não se podendo perder de vista que, atualmente, muitas famílias vivem de seus proventos", completou o vereador.

Pagina 1 de 2

Leia Também

Opinião: O trabalho continua - José Pedro Kuhn

Opinião: O trabalho continua - José…

13 Out 2020 Notícias de 2020

Conheça alguns exercícios que você pode fazer em casa

Conheça alguns exercícios que você …

08 Out 2020 Notícias de 2020

Isolamento social: um desafio para os idosos

Isolamento social: um desafio para …

07 Out 2020 Notícias de 2020

Vencedores do concurso de Miss e Mister FETAPERGS 2020 comentam sobre a vida durante a pandemia

Vencedores do concurso de Miss e Mi…

07 Out 2020 Notícias de 2020

Secretaria Estadual da Saúde do RS demonstra preocupação com circulação de informações falsas

Secretaria Estadual da Saúde do RS …

02 Out 2020 Notícias de 2020