Jun 13, 2021 Última Atualização em: 6:33 PM, Jun 9, 2021

A importância de receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19

Publicado em Notícias de 2021
Lido 84 vezes
Avalie este item
(0 votos)

De acordo com dados compartilhados pelo Ministério da Saúde em meados de abril, mais de 1,5 milhão de brasileiros não voltaram para receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Só no Rio Grande do Sul, mais de 123,5 mil gaúchos ainda não completaram o esquema vacinal do imunizante. Neste sentido, gostaríamos de reforçar a importância de receber a segunda aplicação da vacina para desenvolver uma taxa de imunização aceitável contra a doença.

É importante lembrar que se alguém tomar apenas a primeira dose dos imunizantes utilizados hoje no Brasil não estará devidamente protegido. Mesmo com um pouco de proteção oferecida pela primeira dose, a taxa não está dentro dos parâmetros estabelecidos por especialistas e instituições do setor, como a Organização Mundial da Saúde, o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Até o momento, quase todas as vacinas aprovadas para uso no Brasil e no mundo precisam de duas aplicações.

As vacinas que são utilizadas hoje em território brasileiro são três: a da Pfizer/BioNTech; a da CoronaVac, Sinovac e Instituto Butantan; e também a AZD1222, de AstraZeneca, Universidade de Oxford e Fundação Oswaldo Cruz. Todas elas precisam de duas aplicações para gerar o efeito esperado. O período para receber a primeira, da Pfizer/BioNTech, deve ser tomada em duas doses com intervalo maior ou igual a 21 dias. A segunda, da CoronaVac, Sinovac e Instituto Butantan, são duas injeções com intervalos de 14 a 28 dias. A terceira, a AZD1222, de AstraZeneca, Universidade de Oxford e Fundação Oswaldo Cruz, deve ser tomada com um intervalo de 3 meses entre a primeira e a segunda aplicação.

Um dos grandes problemas causados após não retornar para completar o esquema de vacinação é a falsa sensação de segurança que o indivíduo cria após receber apenas uma dose. A pessoa pode achar que está completamente imunizada, mas não está e não pode seguir a vida normalmente, pois estará colocando a sua saúde e a das pessoas a sua volta sob riscos.

Portanto, entre em contato com a secretaria de saúde do seu município e informe-se sobre unidades de vacinação mais próximas de sua casa e vacine-se pela segunda vez.

Deixe um comentário

Os campos com (*) são de preenchimento obrigatório.

Leia Também

Programa FETAPERGS na Estrada retorna e convida associação de Ijuí e entidade dos rodoviários

Programa FETAPERGS na Estrada retor…

09 Jun 2021 Notícias de 2021

Maior incidência de queda de idosos no inverno exige atenção, segundo traumatologista da FMUSP

Maior incidência de queda de idosos…

07 Jun 2021 Notícias de 2021

A importância de receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19

A importância de receber a segunda …

02 Jun 2021 Notícias de 2021

COMUNICADO: Funcionamento da FETAPERGS durante o feriado

COMUNICADO: Funcionamento da FETAPE…

02 Jun 2021 Notícias de 2021

Edição de programa recebeu lideranças de associações filiadas para debate sobre superação

Edição de programa recebeu lideranç…

28 Mai 2021 Notícias de 2021